18.11.08

Preguiça

Ai que preguiça!
Preguiça de ler
Preguiça de escrever
Preguiça de ser
de entender
Ai que preguiça!
Ando tão sem tempo
que quando tenho algum
não me sobra vontade pra nada
Mas fazia séculos que não postava aqui
Isso é uma vergonha!
Mas hoje eu estou com preguiça...

29.8.08

Otimismo

Pensei ter ouvido uma voz
Que me falava coisas boas
Descobri que era o coração
Com seu otimismo inesgotável

16.7.08

Sem idéia

Ainda tento encontrar um assunto
Que me valha um olhar
Perplexo que seja
Complexo talvez
Mas que me diga, mais que em palavras,
Que estou no caminho certo
Ou que errei de vez
Mas se não tenho razão
E sequer inspiração
Como imprimir palavras?
Elas são nada sem idéias
São como feijões podres
boiando na água da bacia
As palavras têm que ser como pedras entre os feijões
Para que não se percam quando passarem a escumadeira.

7.7.08

Mensagem de carinho

Queria deixar aqui uma mensagem de carinho para uma pessoa que entrou na minha vida há mais de quinze anos.
Ele chegou de mansinho e roubou o que eu tinha de mais precioso...o amor
Em troca ele me deu seu tesouro...mais amor
Sua arma para conseguir o que queria era a ternura
Disparada pelo olhar
Suas mãos me deram segurança, carinho, cuidados e muito mais
Nossa vida juntos rendeu frutos (duas coisinhas lindas)
Dificuldades?
Muitas
Mas vamos seguindo juntos, tentando sobreviver
Queria dizer a ele que estou ao seu lado pro que der e vier
E que espero tê-lo ao meu lado para todo o sempre
Na alegria e na tristeza....

Não creio em bruxas, mas que elas existem, existem

Eu nem sei o que escrever
Os últimos dias estão cheios de acontecimentos ruins
As palavras se embaralham na minha frente
A vista está turva
Morrer é covardia
Viver é uma batalha
que se trava todo dia.
As bruxas estão soltas
Quem irá prendê-las?
Levá-las de volta ao lugar de onde nunca deveriam ter saído?
Espero uma alma corajosa
Que me livre dessa maldição
Mas tem que ser rápido
Porque meu tempo é curto
E minha vida não pode esperar

12.6.08

Dia dos namorados

Descansa coração
Minha oração te pede paz
Descansa
E não pare de bater jamais
Descansa coração
E só morra de amar demais

29.5.08

Tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu

"...."
Existe algum benefício na não-existência?
Na falta de essência?
Na alma e na ausência?
Ou essa irrelevância
é fruto da minha própria impotência?